Sobre o Autor




O que dizer sobre mim? Bem, eu sou apenas um simples e jovem estudante de Letras nascido no milênio e no século passado. Disney ClubSuper NintendoTazzoPokémon e Tomagoshi foram alguns dos ícones que imortalizaram as cenas de minha infância, agora bem distantes ao longo da linha diacrônica de minha existência. Então, aos dez anos, passei a estudar num colégio que tinha uma biblioteca e conheci, então, o mundo das letras, passando a gostar de ler e de escrever. A Literatura me ensinou que mundo paralelos existem e ela me revelou as chaves dos portais dimensionais. 

 

No Ensino Médio, dei os meus primeiros passos na Blogosfera, até então algo desconhecido para mim. Criei o meu primeiro blog numa época em que blogs eram considerados meros diários virtuais. Escrevia sobre tudo, principalmente curiosidades, dicas e também escrevia sobre a minha matéria favorita da escola (Língua Portuguesa). Escrever era uma espécie de hobby e também de terapia (e continua sendo). Comecei a gostar tanto de estudar e de escrever sobre Língua Portuguesa que, em 2010, eu criei o Blog do Gramaticando, deixando o blog original de lado.

 

Sem perceber, acabei criando uma sala de aula virtual, um ambiente sem fronteiras, onde eu podia compartilhar livremente o meu estudo usando a minha própria linguagem e também poderia interagir com os leitores e aprender com eles também. O tempo passou, o blog se expandiu e outros blogs vieram, cada um atuando em uma área específica. Agora, todos eles estão integrados em torno do Portal Gramaticando. 

 

De modo geral, eu continuo sendo apenas um aprendiz... um eterno aprendiz que tem muito o que aprender e que gosta de compartilhar tudo o que sabe, pois o conhecimento não serve para ficar estocado nas gavetas das memórias, já que sempre existirá alguém que vai precisar dele. Eu também sou uma pessoa discreta e reservada: um pseudônimo, uma simples carinha sorrindo e minhas postagens são o suficiente para dizer quem eu sou. Não comungo da filosofia da exposição, do selfie, da mistura do particular com o público. Sempre irei conservar a minha essência e o meu Infinito Particular. 

 

Gosto muito de compartilhar as coisas que eu aprendo. O conhecimento não serve para nada se não for usado, desenvolvido ou compartilhado e nós vivemos numa época maravilhosa onde é possível compartilhar qualquer coisa a nível global sem esforço ou dificuldade. Precisamos aproveitar isso e não deixe o conhecimento morrer com você, pois ele pode transformar a vida de outras pessoas da mesma forma que ele transformou a sua. 





61 comentários:

  1. Olá Vinic, parabéns pelo Gramaticando, o conheci há pouco e achei incrível o seu estilo de explicar Gramática numa linguagem clara e divertida. Mais uma vez, parabéns por divulgar o Português, brasileiro, de forma tão elucidativa. Ao contrário de você, sou formada em Letras, desde 2002 e leciono Língua Portuguesa, em escolas pública e particular, amo ensinar nossa língua materna, de belos textos e autores geniais.Ler o Gramaticando, para mim, é um prazer. Fique na luz das ideias!

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Dani, pelo comentário motivacional.

    Fique com Deus, um abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ousados e ferozes com o vocabulario . (:

      Excluir
  3. Excelente blog! Adorei a linguagem simples e divertida, aliás achei as explicações bem didáticas.Parabéns!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado por seu comentário, Bárbara. É muito motivador e me incentiva a continuar o meu trabalho.

      Um abraço e volte sempre! Esse blog é feito para você!

      Excluir
  4. Parabéns pelo blog. Achei bem legal, divertido, exemplos legais e simples. Eu sou profa. de português numa escola particular, amo literatura e adoro também a língua portuguesa, mas meu viver é tirado da língua inglesa. Ela é que me sustenta! Também tenho um blog, onde converso com os leitores assim como você. Meu endereço é www.saopauloenglish.blogspot.com. Se quiser passe lá, porque eu vou continuar passando por aqui.
    abraços
    cici

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Cici,

      Eu achei seu blog tão inovador que fiz uma postagem sobre ele para que mais internautas possam ter a adorável chance de conhecê-lo. Eu tenho várias observações sobre ele e gostaria de compartilhá-las com você, mas eu não consigo comentar em seu blog (tem link para comentar as postagens?). Encontrei seu e-mail nas postagens antigas (é um do ig). Vou mandar um para vc.

      Um abraço e obrigado pelo seu comentário.

      Excluir
  5. Olá Vinic,
    Aí você me pergunta o que eu faço as 5:19h da manhã escrevendo um comentário no seu blog. E eu respondo: - Adoro nosso português.
    Não, também não sou letrada, mas tiro de letra a maioria das dúvidas. As demais, busco ajuda. E em uma dessas buscas, caí em seu blog e amei.
    Fiz o quiz e, no sono errei uma questão (pura falta de atenção do certo e errado) e a do Bem-vindo, Boas-vindas e Benvindo, errei por pura dúvida e não quis colar... hehehehe
    Só estou deixando esse recado para parabenizá-lo pela bela iniciativa. São com palavras simples que se aprende.
    Se todo brasileiro tivesse interesse em aprender não usaria a internet para ficar em facebook, orkut(ainda existe?), formspring (dentre tantos outros), só para diversão e escrever errado. Acabam escrevendo cada coisa que dói aos olhos.
    O povo brasileiro carece de aprendizagem.
    Até hoje não sei porque (junto ou separado?) o governo federal não coloca ensino fundamental gratuito online......
    Cento e quarenta por cento tem celular e muitos com acesso a internet. Alguns tem computadores pessoais, mas esquecem de usá-los para aprenderem alguma coisa realmente útil.
    Ah, sim. Minha dúvida era sobre demais e de mais. Na verdade nem era dúvida. Li uma frase com de mais no sentido de demais e fui buscar mais confirmação.
    Até postei um comentário no blog que li, mas ainda não foi liberado.

    Aproveitando o ensejo, Cici, seu blog já está em meus favoritos e, com certeza será devorado como o do Vinic será. Parabéns! A D O R E I!!!!

    Um abraço da quase vovó (ainda não sou por falta de sorte... rsss)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Karin,

      Inicialmente, muito obrigado por suas palavras de motivação e de incentivo. Sua participação ajuda a impulsionar o blog rumo ao seu propósito de mudar o panorama da educação brasileira ao aproveitar o universo tecnológico que temos à nossa disposição (e que, na maior parte das vezes, não é usado para fins construtivos ou úteis).

      Bem, sobre o "porque", o correto é, em sue contexto, escrever separado: "até hoje não sei por que o governo..." O "porque" (junto e sem acento) é só usado para explicar (tem o sentido de "pois", ou seja: responde uma pergunta).

      Sobre o "demais", eu precisaria do sentido da frase, pois é possível usar tanto o junto (demais) como o separado (de mais). Não se preocupe porque farei uma postagem sobre isso. Realmente, a sua dúvida é bem interessante e pertinente.

      Um abraço

      Vinic

      Excluir
    2. Oi, Vinic.
      Obrigada pelo esclarecimento do porque/por que/porquê, etc...
      As 5 da manhã já se está meio tipo zumbi. Tanto que escrevi "quiz" e o correto é quis, certo?... rsss
      Sobre o de mais, demais, de menos, etc, foi uma dúvida em outro blog. Há algum tempo atrás li um assunto no facebook, de uma grande escritora/jornalista, e também tinha esse erro. Quando corrigi fui "açoitada" em palavras. Discriminada e xingada. Infelizmente a "cultura nacional" (leia-se brasileiros não generalizados) fica, ainda, enfurecida ao ser corrigida. Uma pena. Em vez de aproveitar o que alguns oferecem, se ofendem e agridem. Antes de expor(tem "^"???) uma resposta, procuro pesquisar e me certificar da forma correta. Não sou, como falei, "expert" no assunto, mas o que eu sei procuro compartilhar não no sentido de corrigir minorizando a pessoa e sim para ajudar com uma língua tão linda e difícil como é o português brasileiro.
      Minha postagem no outro blog foi exatamente essa:
      **Há pouco tempo atrás tive esse problema com demais, de menos, de mais... Pois bem... quando usamos o advérbio demais sim, ele pode ser considerado como quantidade, mas indefinida. Por isso que Marcelo usou a palavra "intensidade". Vejamos... "Ela ama o namorado demais". Você não tem como contar esse demais, essa quantidade de amor. O amor, sentimento, é intenso, mas você não pode contar "nos dedos", nem em "calculadoras"... Pegando o exemplo dos talheres: "Havia talheres DE MAIS sobre a mesa." você pode contar quantos talheres. Ex.: 3 garfos, 3 facas, 3 colheres.... "Havia gente demais na praia"... você não consegue contar quanta gente na praia. Por isso que o demais é indefinido não podendo ser contado em números exatos. Espero que tenha sido de ajuda. Abraços**
      O link do blog é http://www.recantodasletras.com.br/gramatica/1833618 , onde minha postagem foi aceita.
      Outra pesquisa que estou fazendo e assim que terminar mando à você é sobre customizar e costumizar onde, informalmente o customizar é usado, mas o correto é "costumizar" - Verbo Transitivo, nesse caso, Direto.
      http://www.priberam.pt/dlpo/Conjugar.aspx?pal=costumizar
      Assim que o texto completo estiver pronto te envio.
      Abraços

      Excluir
    3. Olá Karin.

      Inicialmente, desculpe-me pela demora na resposta (estive afastado).

      Bem, sobre o "expor", o correto é sem acento ("expor"). Confesso que também fiquei na dúvida por causa do "por" e do "pôr" (que levam acento diferencial para diferenciar o verbo da preposição). Porém, eu dei uma pesquisada e aprendi que o certo é "expor".

      Sobre a questão da correção, você tem plena razão. Muitas pessoas se incomodam ao serem corrigidas, não percebendo o quanto elas podem aprender com essas correções.

      Em meu caso, eu confesso que sinto incômodo e às vezes até constrangimento ao ser corrigido "ao vivo" aqui no Gramaticando, como já aconteceu algumas vezes. Entretanto, sempre aceitei as correções, sempre reconheci os meus erros e sempre os tornei públicos (tirando um caso em que o leitor me xingou com termos pejorativos; o referido comentário não foi publicado porque meu blog não é a casa dele, não é um ambiente de baixaria). Afinal, eu tenho um compromisso com meus leitores e eu levo isso a sério, porém isso não me impede de errar às vezes. Portanto, sempre aceitei as correções, sempre reconheci os meus erros, pois sei que são construções positivas. Quem gosta de viver no erro vive na ignorância e há pessoas que, infelizmente, vivem assim. Afinal, quem nunca caiu ao aprender a andar de bicicleta? Bem, é bom contar com pessoas como você, que possuem o mesmo pensamento que eu tenho.

      Sobre o "demais" e "de mais", eu havia dito que dependia do contexto. Afinal, esses dois termos expressam circunstâncias diferentes. Entretanto, eu não conhecia a versão do "contável" e do "incontável" que você explicou.

      O "demais", para mim, significa excesso (muito, muitíssimo). O "de mais" é oposto a "de menos" e tem sentido de "a mais". Fiz uma pesquisa para respaldar minha resposta (como sempre faço) e tirei os seguintes exemplos:

      Esta roupa está perfeita: nem centímetros de mais, nem de menos.
      Ele comeu demais.

      Realmente é meio complicado de ver as diferenças. Em linhas gerais, quem está mais associado à questão do "excesso" é o "demais". Além disso, temos outras diferenças, que podem ser percebidas pelos exemplos:

      Preciso de mais dinheiro.
      90% dos alunos saíram na sala. Os demais (10%) continuaram.

      Estou gostando muito de conversar com você. Podemos trocar mais ideias pelo e-mail, caso deseje (vinicfig@hotmail.com). A ferramenta dos comentários é meio limitada e você não sabe quando eu publico uma resposta. Porém, deixo a você a opção de escolher o modo mais conveniente.

      Adoraria saber a respeito de sua pesquisa sobre o verbo "customizar". Fiquei curioso, pois a nossa língua é cheia desses casos (erros que passam a ser corretos por conta do uso e das circunstâncias). Afinal, quem manda na linguagem é a versão coloquial e informal, senão estaríamos ainda dizendo "vosmicê". Outro caso é "suicidar-se" (que é redundante), por exemplo. Enfim, adoro aprender coisas novas. Que bom que você pensa como eu.

      Um abraço e obrigado pela sua participação. Adoraria trocar mais ideias.

      Vinic ;)

      Excluir
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    5. Olá Paulo.

      Nesse caso, o "senão" deve ser escrito junto.

      Veja um exemplo:

      1)Você precisa escrever o relatório, senão o chefe vai ficar zangado.
      2)Você não precisa escrever o relatório se não for exigido pelo chefe.

      O "se não" é formado por uma conjunção integrante e condicional com um advérbio negativo. O "senão", além de expressar o "a não ser" (como você bem disse), também tem o sentido de: "caso contrário", "do contrário", "mas sim", "mas também", "porém," entre outros.

      Agora, vamos para o que eu havia dito:

      "quem manda na linguagem é a versão coloquial, senão estaríamos ainda dizendo vosmicê".

      Veja que o que eu disse se enquadra no exemplo 1 e não no 2. Eu usaria o "se não" caso eu falasse algo do tipo:

      "quem vai mandar na linguagem é a versão coloquial se não mantivermos preservados a modalidade culta da língua."

      Veja que "se não" tem o sentido de "caso não" e "senão" tem o sentido de "caso contrário".

      Excluir
    6. Boa tarde,Vinic.
      Você tem razão.Desculpe-me pelo equívoco e obrigado pelos esclarecimentos.
      Gostei do blog e de sua simplicidade.
      Grande abraço.

      Excluir
  6. Sou professora de Língua Portuguesa há 24 anos e adorei o seu blog! Já adicionei aos meus favoritos e pretendo usar seu texto em sala de aula, posso? Um grande abraço! Tânia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro! Todo o conteúdo do Blog do Gramaticando pode ser livremente compartilhado, pois o propósito maior do blog é difundir o conhecimento. É isso que me deixa realizado e feliz.

      Obrigado por seu comentário. Suas palavras foram motivacionais.

      Sinta-se sempre em casa aqui.

      Um grande abraço!

      Excluir
  7. Amei o seu blog eu procurei em varios sites e o unico que tem uma linguagem mais leve é esse.

    Parabéns.

    ResponderExcluir
  8. Terminei de ver seu blog e confesso que não imaginava que um "não letrado" seria o dono. Porém depois pensei melhor e achei que por isso mesmo seu blog é tão dinâmico. Às vezes os letrados ficam presos a formalidades e por isso a língua portuguesa fica tão chata de ser estudada. Adorei seu blog, parabéns!!! Posso publicar no meu blog o seu, como dica???

    ResponderExcluir
  9. Terminei de ver seu blog e confesso que não imaginava que um não letrado seria dono. Porém depois pensei melhor e achei que por isso mesmo seu blog é tão dinâmico. Às vezes os letrados ficam presos a formalidades e por isso a língua portuguesa fica tão chata de ser estudada. Adorei seu blog, parabéns!!! Posso publicar no meu blog o seu, como dica???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo comentário, Rani. Eu também concordo com você e com certeza você pode usar meu blog como dica, como também aproveitar as postagens, caso queira. Um abraço!

      Excluir
  10. Vinic, tenho apenas doze anos, mas ao ler seu blog eu comecei a ter uma visão diferente da língua Portuguesa, dos livros e regrinhas da língua. Seu site é o melhor em Gramática !

    Valeeeu

    ResponderExcluir
  11. Obrigado por seu comentário! A ideia é essa mesma: fugir um pouco da sala de aula, fugir um pouco das gramáticas tradicionais e encarar a educação como algo mais atual e, sobretudo, como um passatempo.

    ResponderExcluir
  12. Olá rapaz estou cursando letras, e tenho tido dificuldades na gramática, a procura de tirar dúvidas sobre a mesma encontrei o seu blog e achei muito interessante, passarei a "frequenta-lo" rs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, bacana, seja bem-vindo e volte sempre! Abraço!

      Excluir
  13. Olá Vinic,
    Achei muito interessante o seu blog, lúdico, criativo e fácil de entender a tão complicada gramática. Quero te parabenizar pela utilidade das suas postagens, nessa era digital encontramos tantas besteiras que fiquei surpresa ao ler o Gramaticando.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelas palavras, Jace! Não sabe o quanto elas me motivam a continuar firme no BG. Muito obrigado! Um grande abraço e volte sempre!

      Excluir
  14. Obrigado.Graças ao seu blog eu tirei 10,00 na minha prova.Continue com esse blog maravilhoso,PARABÉNS!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bacana! Fico muito contente com isso! Parabéns!

      Excluir
  15. Que legal seu Blog,muito esclarecedor, dinâmico,e inteligênte.Meus parabéns pela iniciativa.Me ajudou muito!

    ResponderExcluir
  16. Parabéns Vinic! Sucesso o teu Blog, estou recomendando para muitos estudantes do Curso de Licenciatura em Letras pela UNEMAT, principalmente para aqueles do curso de Morfologia e Sintaxe.

    ResponderExcluir
  17. Obrigado! Suas palavras são motivadoras!

    ResponderExcluir
  18. Encontrei seu blog por acaso, pesquisando a escrita correta de "de novo" ou "denovo". Pode parecer tosca a dúvida mas quando não tenho certeza eu ir até o final e aprender a maneira certa do português, uma língua fantástica, extremamente bonita e poética.
    Tenho só a parabenizar você, Vinic, pelo ótimo trabalho que faz com o blog. Racho de rir com as imagens e sua maneira simples e concisa de explicar as dúvidas.
    Sem dúvida não há maneira melhor de aprender português do que visitando o site.
    Parabéns e sucesso!!

    ResponderExcluir
  19. Eu estou apaixonada por esse blog! Apaixonada pelo seu modo de escrever e de explicar. Lindo, lindo, lindo! Português me encanta e me instiga, sempre foi assim, acho que essa paixão nasceu comigo, e você está ajudando a manter essa chama acesa. Meus merecidos parabéns pra você que, com simplicidade descomplica algo tão complicado quanto a nossa amada e rude Língua Portuguesa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Amanda. Sinto-me lisonjeado e motivado com o seu comentário. Muito obrigado a você e a todos os leitores que têm acompanhado o blog e me ajudado com seus comentários. A todos,o meu muito obrigado!

      Excluir
  20. Oi Vinic,

    Fiquei muito feliz quando descobri seu blog.Estou usando nas minhas aulas e citando a fonte, claro!
    Sou professora de PLE no estado do Texas. Gosto demais de ensinar português para os americanos, mas me sinto desesperada quando vejo o que os brasileiros estão fazendo com a nossa língua aqui na terra do Tio Sam. Gostaria de saber se você teria interesse em trabalhar comigo na criação de algo para esse público.Se sim, me responda que podemos trocar e-mails. Abraços
    Se tiver, me diga que te mando meu e-mail e poderemos trocar muitas ideias.

    ResponderExcluir
  21. Poxa, que interessante! Eu também já trabalhei com estrangeiros. Eu adoraria trocar algumas ideias com você. Meu e-mail é: vinicfig@hotmail.com

    ResponderExcluir
  22. Nossa adorei seu blog.. vejo o quanto estou ruim na língua portuguesa rsrs'.. aprendi bastante, estou pensando de agora em diante escrever melhor, pois como já disseram esses redes sociais estão fugindo com o nosso portugues..
    Abraços!!!

    ResponderExcluir
  23. Parabéns!
    Curti muito o blog.
    Sucesso...

    ResponderExcluir
  24. Achei esse blog por acaso. Achei muito bom. Que tenha muito sucesso!!

    ResponderExcluir
  25. Olá Vinic, seu blog é incrível, sou apaixonada pela Língua Portuguesa e fiquei encantada com seu blog, parabéns pela iniciativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado a todos! Um grande abraço!

      Excluir
  26. Excelente trabalho,parabéns pela atitude.
    abraços

    ResponderExcluir
  27. Por considerar importante manter-me atualizada no uso das línguas, pesquiso bastante, embora eu não trabalhe diretamente com elas. Muito mais pela curiosidade e, eis que hoje, para minha grata surpresa descobri o seu blog, li sobre você e me identifiquei prontamente. Obrigada pela iniciativa e coragem de abordar um assunto de constantes mudanças. Sucesso!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Alice, pelo comentário positivo e motivador!

      Excluir
  28. Olá, professor!
    Adorei seu blog, vou ter que compartilhar lá no meu blog! kkkkk
    Parabéns pelo trabalho! Agradeço a parceria!

    ResponderExcluir
  29. Parabéns pelo seu blog! Sou professora de Língua Portuguesa e Literatura e tenho lido bastante o que você escreve! Vc tem me ajudado muito em minhas dúvidas! Eu como todo ser humano estou em constante aprendizado e vc tem me ajudado muito! Abraços e sucesso em tudo!

    ResponderExcluir
  30. Adorando o blog, conheci hoje e achei muitooo bom, estudar ficou bem mais divertido agora!!!

    ResponderExcluir
  31. Precisava de ajuda em analise sintática, e o PLANO DE ESTUDO "ANÁLISE SINTÁTICA SEM TRAUMA" me ajudou muito. Nunca achei um site que explicasse tão bem como este, que falasse a "minha língua". Eu consegui me dar super bem no assunto, Graças ao seu site. Muito obrigada!

    Lavínia Freitas, 15 Anos

    ResponderExcluir
  32. Conheci o Blog hoje e gostei muito. Gostaria que me esclarecesse uma dúvida. Vi na internet a frase " umas aulas de português FAZ a diferença" Nesse caso o verbo fazer indica tempo?. Está certo?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, nesse caso o verbo "fazer" não indica tempo decorrido. Portanto, o correto é dizer "umas aulas de português fazem a diferença".

      Seria tempo decorrido se fosse algo do tipo: "Faz cinco anos que eu entrei na faculdade", por exemplo. Ou seja: "faz + tempo decorrido". Aí, nesse caso, o verbo não flexiona (continua "faz").

      Excluir
  33. Procurando no google "Como estudar português" encontrei esse blog maravilhoso. Muito boa a organização dos assuntos e como são abordados. Parabéns!

    ResponderExcluir
  34. Peter, não tenho palavras para te agradecer pelo quanto tens me ajudado com suas postagens sobre a nossa complexa Língua Portuguesa. Com um jeito descomplicado, você me ajudou a descobrir detalhes que há anos lutava para aprender.
    Muito obrigado e que Deus te dê em quádruplo tudo o que tens feito por nós, amantes da Língua.
    Parabéns pelo blog

    ResponderExcluir
  35. Peter, parabens pelo fantastico trabalho. Unico site de gramatica que conheco onde podemos interagir!

    por favor, se puder dar uma ultima resposta neste: http://www.blogdogramaticando.com/2011/04/este-ou-esse-nesse-ou-neste.html

    Grato.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caramba, me desculpe por não ter respondido! É o comentário do dia 24 de junho?!

      Se você não avisasse agora eu não teria visto.

      Um abraço.

      Excluir
  36. Gostaria de agradecê-lo , pois o site me ajudou bastante no estudo da língua e obtive aprovação em um concurso , muito obrigado :D !!!

    ResponderExcluir
  37. Adorei o blog.... muito bem explicado, uma verdadeira aula de língua portuguesa!!! parabéns!!!

    ResponderExcluir
  38. Estava tentando achar um site bom para estudar português, e achei o seu site, já vi que ele ira me ajudar muito.
    Parabéns, e obrigado ! Não tenha duvidas, o blog vai ser muito útil pra mim.
    ABRAÇOS !

    ResponderExcluir
  39. Olá,você ainda escreve no blog? Gostaria de saber a cada quanto tempo o atualiza.E,alem do blog,você posta videos no youtube?Tenho interesse de aprender mais sobre redação.Continuarei lendo o que você compartilhou.Mas preciso saber se há uma continuidade ou disponibilidade de tempo pra você compartilhar esse conhecimento .
    aguardo retorno,...Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá

      Bem, este ano tem sido bem atípico para mim e eu realmente não estou atualizando o blog na frequência que eu desejava por conta da falta de tempo. No momento, a minha prioridade tem sido reformular e complementar os roteiros de estudo do Blog do Gramaticando (portanto eu não vou publicar novos conteúdos, pois eu estou reformulando o que já existe). Sobre os vídeos, eu vou terminar a série SOS Redação e começarei a parte da gramática. De todas as minhas páginas, a que eu estou conseguindo atualizar com mais regularidade é a página do Portal Gramaticando no Facebook e lá eu publico conteúdo novo todas as semanas. Um abraço!

      Excluir
  40. Doidera seu blog, era exatamente o que eu procurava.
    Vlw "Gramaticando".

    ResponderExcluir
  41. Adorei seu blog.
    Por favor, continue postando mais assuntos.
    Ficarei grata !!! Obrigada

    ResponderExcluir