Transitividade Verbal

Olá povo!

Na postagem passada, nós falamos a respeito de sujeito. Hoje vamos falar de transitividade verbal. Os verbos sempre acompanham o sujeito (afinal, toda oração tem verbo), expressando ação ou estado. Eles podem ser divididos em dois grupos principais: os transitivos e os intransitivos. Para tanto, precisamos entender a ideia da exigência do complemento (que será estudado melhor na próxima postagem).  

1) Verbos Intransitivos

São verbos que têm sentido completo e não precisam de complemento para você entender o sentido da oração.

Frigobertino morreu



O verbo "morrer" é intransitivo: não precisa de mais nada depois dele. Você conseguiu entender que Frigobertino bateu as botas, partiu dessa para melhor (ou pior...). 

Então, se eu disser "Frigobertino morreu", você entenderá perfeitamente que ele morreu. Logo, o verbo "morrer" é intransitivo: não precisa de nenhum complemento para fazer com que a oração tenha sentido. Entendeu?


2) Verbos Transitivos

Por outro lado, os verbos transitivos, ao contrário dos intransitivos, precisam de um complemento para darem sentido à oração.

Frigobertino morreu 
(intransitivo: não precisa de complemento) 

Frigobertino preparou 
(transitivo: preparou o quê? A oração, se parar em "preparou", não tem sentido. 
É preciso especificar o que ele preparou)

Se eu chegar para uma pessoa e falar "João morreu", a pessoa vai entender o sentido da oração (João "não está mais entre nós"). Agora, se eu chegar para a pessoa e falar "João preparou", ela vai me olhar com cara de paisagem e não vai entender o que eu disse. Então, surge a pergunta: João preparou o quê?

Portanto, o verbo "preparar" é transitivo: precisa de algo (um complemento) para ter algum sentido. 

Frigobertino preparou uma salada de cachorro

Típico prato da Brega-Brega Restaurantes LTDA

Temos, aí:

Frigobertino (sujeito)
Preparou (verbo transitivo)
Uma salada de cachorro (complemento exigido pelo verbo transitivo para dar sentido completo à oração).

Entendeu? Verbo transitivo: exige um complemento para dar sentido completo à oração. Já o intransitivo não exige.

Agora, como a Gramática adora classificações, os verbos transitivos podem ser diretos ou indiretos.

Verbos transitivos diretos: não há preposição entre o verbo e o complemento (é direto! não tem nada entre eles!)

Verbos transitivos indiretos: há preposição entre o verbo e o complemento (tem uma preposição enfiada entre o verbo e o complemento: é indireto!)

Cridovaldo fez a prova de matemática 



Observe: entre o verbo "fazer" e o complemento "a prova de matemática" não tem preposição. O "a", antes da palavra "prova", é só um artigo definido (a,o, as, os, um, uns, ....). Portanto, o verbo "fazer" é transitivo direto.

Cridovaldo torceu pelo Brega-Brega Futebol Club


Veja que, entre o verbo "torcer" e o complemento "Brega-Brega Futebol Club" existe a preposição "por". Obs: "pelo" é junção da preposição "por" com o artigo "o" (... torceu por + o Brega-Brega Futebol Club).

Portanto, esse verbo é transitivo indireto.

Logo:

Tem preposição: indireto
Não tem preposição: direto


Ah sim... se você não lembra direito o que são preposições, veja alguns exemplos para refrescar a memória:

por, para, perante, a, ante, até, após, de, desde, em, entre, com, contra, sem, sob, sobre, trás


Casos especiais:

Existe ainda o verbo transitivo direto e indireto (quando tem dois complementos: um com preposição e outro sem). Ex: Cridovaldo entregou o bilhete ao filho ("o bilhete": complemento sem preposição. "ao filho": complemento com preposição). Existe também o pleonástico, mas não é muito usado.



VERBATIM!

Crédito das imagens (na ordem em que são apresentadas)
Sinaf (campanha publicitária)
na imagem
ejungleblog


+ VERBOS

Verbos (Introdução)
Verbos - Pessoas do discurso
Conjugação - Modo Indicativo 
Conjugação - Modo Subjuntivo
Conjugação - Modo Imperativo 

17 comentários:

  1. Muito bom me ajudou mt!

    ResponderExcluir
  2. valeu tirei 9,8 na prova e olha q eu tava c 6 na média

    ResponderExcluir
  3. ameii
    adogo o blog gramatica. sou um aluna nota dez em portugues gracas a esse blog

    ResponderExcluir
  4. Valeu... Ajudou bastante!!!

    ResponderExcluir
  5. aonde está o verbo de ligação ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Neste post eu estou focando o caráter de transitividade dos verbos: se são transitivos ou intransitivos.

      Os verbos de ligação são aqueles que não indicam ação, mas sim estado (ser, estar, etc...). Ou seja: ligam o sujeito às suas características.

      Excluir
    2. entao se eu disser assim ''Ele foi a padaria'' no caso ''a'' é verbo de ligação?

      Excluir
    3. Não, porque o "foi", nesse caso, não é conjugação do verbo "ser", mas sim do verbo "ir" (que indica ação). E a letra "a" é uma preposição. Portanto, nesse caso, o verbo é transitivo indireto. É o passado de "ele vai à padaria" (ele "foi à padaria).

      Seria verbo de ligação se fosse, por exemplo: "Ele foi o ator principal da novela". Aí sim, o "foi" é a conjugação do verbo "ser" e, portanto, indica estado (é um verbo de ligação).

      Excluir
  6. Meu amigo numa sociedade de paracárias condições educativas como a nossa você faz a um bem e tanto muito obrigado por mim ajudar.excelente metodologia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelo incentivo, Ronnan. Sei que tenho muito a melhorar e a aprimorar, mas eu sei que, com o pouco que sei, posso ajudar a transformar a internet num ambiente melhor e mais produtivo. Obrigado pelas palavras.

      Excluir
  7. Muito bom é o melhor blog do mundo

    ResponderExcluir
  8. O que é VERBATIM?? o.O kkkkkkkk'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, era a minha forma antiga de assinar as postagens. "Verbatim" é uma palavra em latim que significa "idêntico à fonte original", pois o Blog do Gramaticando começou a partir de outro blog que eu administrava desde 2007. Era um período que eu estava procurando identidade e personalidade à página. Eu não tinha apelido e, portanto, limitei-me a assinar os primeiros posts com "idêntico à fonte" ao invés de pôr o meu nome, ou então o clássico "by: me". Porém, o "verbatim" só aparece nas postagens mais antigas: os posts que estão sendo renovados estão perdendo essa forma de "assinatura".

      Excluir
  9. Vamos publicar um livro !! A sua metodologia e muito didática e intuitiva!

    ResponderExcluir