Tema de Redação 1

Início da apresentação de textos motivadores

Ahhh... Em homenagem a todos que passaram suas infâncias pelos anos 90!



Alguém aí se lembra de Disney Club? Ou então, do Bom Dia e Cia com a Eliana? Super Nintendo (saudade de assoprar o cartucho, uhseuhes), chiclete Ping-Pong, Tazo (uow! Eu tinha vários!), Pokemon, Kinder Ovo, Tomagoshi (ah! Eu não tive!), Castelo Rá-Tim-Bum?!

Filmes, programas, desenhos e jogos influenciaram as nossas infâncias. Porém, tudo isso passou (e tão rápido!). Infelizmente, o tempo não volta atrás. Quando será que voltarei a encontrar novos Tazos nos salgadinhos? Ou, então, voltar a comprar cartuchos do Super Mário e do Sonic? Realmente, tudo o que restam são lembranças de uma época alegre e feliz, não é verdade?

O tempo realmente é assim: não nos respeita. Tudo o que faz é seguir, de modo regular, as suas próprias leis, sem nos compreender, sem esperar quando precisamos, sem acelerar quando queremos. "O tempo é o tempo que se tem".

Quando éramos crianças nos anos 90, voltando do colégio as aulas da tarde e vendo Disney Club, acordando pela manhã para ver Caverna do Dragão, convidando coleguinhas para combaterem no Mortal Combat, a nossa percepção de tempo era muito diferente daquela que temos hoje. Agora, jovens, possuímos responsabilidades e precisamos cumprir mais exigências, resultado direto de nosso crescimento e maturidade. É a lei da vida; são as etapas pelas quais passamos.

Pensando em tudo isso, faça uma redação argumentativa sobre o seguinte tema: "A percepção do tempo na infância e na juventude". Será que crianças e jovens aproveitam e sentem o tempo passar da mesma maneira ou será que, a medida que envelhecemos, sentimos tudo passar mais rápido? Apresente sua tese e a defenda com argumentos consistentes. Mostre sua redação ao seu professor.

Cruj, cruj, cruj...
Tchau

Vinic :)


Nenhum comentário:

Postar um comentário