Mau hálito: verdades, mentiras, causas e como resolver ou curar

Sobre o mal com "l" e mau com "u"

O correto é escrever "mau hálito" (com "u" e sem hífen). Para tanto, basta se lembrar da regra: "mau" é contrário de "bom" e "mal" é contrário de "bem". Como o oposto é "bom hálito" (e não "bem hálito"), então devemos escrever "mau hálito" (com "u").

Então, basta também se lembrar da regra de semelhança do "l" com o "e" e do "u" com o "o" (algum gênio brilhante inventou essa regra, mas como eu não sem quem foi, eu não sei a quem atribuir a autoria). Com essa regra em mente, você não vai se confundir (esquecer quem é o contrário do outro).



Sobre o hífen

Não devemos usar o hífen porque... simplesmente porque não (não venha me dizer que "porque não" não é resposta). O hífen, em palavras iniciadas por "mal" e por "mau", não é muito bem definido. Afinal, escrevemos "mau hálito", "mau humor", "mau gosto" enquanto escrevemos outras palavras com hífen, como "maus-tratos", "mau-caráter", "mau-caratismo", entre outras. Portanto, apenas DECORE. 



Curiosidades sobre o mau hálito 

1) Combatendo o mau hálito 

Às vezes, o cheiro desagradável é causado pela falta de saliva na boca. Portanto, beba água e, obviamente, escova os dentes direito. Isso significa que você deve passar o fio dental ao menos uma vez ao dia e escovar a língua também (e jamais durma sem escovar os dentes, porque é durante a noite que as bactérias têm mais tempo de agirem e, assim, atazanarem a sua boca). 

2) Problemas no estômago causam mau hálito?

Resposta: NÃO. Isso é um mito. Problemas estomacais, como gastrite e refluxo, não causam mau hálito porque um músculo fecha a entrada do estômago (chamado de "cárdia"...). Se você não acredita em mim, então vá encher o saco do Drauzio Varella (http://drauziovarella.com.br/letras/h/mau-halito/)



3) Tem como eu saber se eu estou com mau hálito?

Resposta: não. Nós não conseguimos sentir o nosso próprio cheiro porque o nosso olfato se acostuma com os odores constantes. É por isso que não conseguimos, por exemplo, sentir direto o cheiro do nosso próprio perfume, enquanto que as pessoas que se aproximam de nós conseguem. Você pode tomar um banho de perfume e, em questão de pouco tempo, não sentirá mais o cheiro dele em seu corpo. Outra pessoa, porém, sentirá. 

Sendo assim, procure alguém de confiança para perguntar se você está com mau hálito e evite constrangimentos. 

4) Chiclete, bala ou antisséptico?

Mascar chicletes, chupar bala e encher a boca de antissépticos bucais resolvem o mau hálito por um tempo, mas logo depois ele volta, não sendo, portanto, a solução definitiva. As balas e os chicletes estimulam a produção de saliva, o que ajuda a combater o odor desagradável, mas não por muito tempo. E não existe nenhum antisséptico capaz de curar o mau hálito (tome cuidado com aqueles comerciais malucos de antissépticos bucais).

A melhor forma de curar o seu mau hálito é consultando um profissional, pois existem mais de 60 causas para o odor desagradável e apenas alguém da área pode identificar a causa e combater o problema. 

Blog do Gramaticando - Muito mais do que uma gramática online

Nenhum comentário:

Postar um comentário