Lista de Exercícios - Análise Sintática - Tipos de Sujeito



Lista de Exercícios (Análise Sintática) 

Assunto: tipos de sujeito


Classifique o sujeito das orações abaixo. Em seguida, veja as respostas e corrija seus erros (caso tenha errado) para ir para a segunda lista.

Lembre-se de que os sujeitos podem ser classificados em: determinado simples (DS), determinado composto (DC), indeterminado (IN), inexistente (IX) ou oculto (OC). Qualquer dúvida, a explicação dos tipos de sujeito está aqui.

Observação: "sujeito inexistente" também pode ser considerado "oração sem sujeito"

LISTA 1:

1) As pessoas caíram da escada, assustadas com o pinguim
2) Choveu muito ontem
3) Ontem anoiteceu rapidamente
4) Quebraram a janela de casa com um gato kamikaze
5) Isso faz muito tempo
6) O carro amarelo do João enguiçou no meio da estrada
7) Paramos, exaustos com a caminhada
8) Temos vagas disponíveis
9) Há vagas disponíveis
10) Existem vagas disponíveis








RESOLUÇÃO DA LISTA 1

1) As pessoas caíram na escada, assustadas com o pinguim
R: Sujeito Determinado Simples (quem caiu? resposta: as pessoas)

2) Choveu muito ontem
R: Sujeito Inexistente (pois "chover" é um verbo impessoal e indica fenômeno natural)

3) Ontem, anoiteceu rapidamente
R: Sujeito Inexistente (pois "anoitecer" é um verbo impessoal e indica um fenômeno natural).

4) Quebraram a janela de casa com um gato kamikaze
R: Sujeito Indeterminado (pois o verbo está conjugado na 3ª pessoa do plural)

5) Isso faz muito tempo
R: Sujeito Inexistente (pois o verbo "fazer" indicando tempo decorrido é um verbo impessoal)

6) O carro amarelo de João enguiçou no meio da estrada
R: Sujeito Determinado Simples ("o carro amarelo de João", com núcleo em "carro")

7) Paramos, exaustos com a caminhada
R: Sujeito Oculto ("nós" paramos)

8) Temos vagas disponíveis
R: Sujeito Oculto ("nós" temos)

9) Há vagas disponíveis 
R: Sujeito Inexistente (pois o verbo "haver" é impessoal quando tiver o mesmo significado de "existir")

10) Existem vagas disponíveis
R: Sujeito Determinado Simples (o que é que existem? Resposta: vagas)

Agora que você já viu a resolução e sanou suas dúvidas, vamos para a lista 2. Se você ainda estiver com dúvida, pode ler o nosso artigo sobre a classificação do sujeito, clicando aqui.



LISTA 2

1) Existem pinguins malucos soltos na estrada. 
2) Há pinguins malucos soltos na estrada.
3) Anoiteceu rápido na cidade de Pato Branco.
4) Alguém ligou para você. 
5) Todo mundo sabe a respeito do triângulo amoroso entre a Zuellen, a Kelley e o Severino.
6) A Sheilla e a Taianney brigaram por causa do Severino.
7) Brigaram por causa do Severino. 
8) Nunca me disseram sobre o caso do Severino com a Marinalva, a mulher do açougueiro.
9) Às vezes, os macacos me mordem. 
10) Diante de mim, amanheceu um belo dia.  









RESOLUÇÃO DA ETAPA 2

1) Existem pinguins malucos soltos na estrada. 
R: Sujeito Determinado Simples (O que é que existe? Resposta: pinguins malucos soltos na estrada. Logo, "pinguins malucos soltos na estrada" é o sujeito da oração). Cuidado com a pegadinha, pois o verbo "existir" não é impessoal.

2) Há pinguins malucos soltos na estrada.
R: Oração sem sujeito (nesse caso, o verbo "haver" é impessoal por ter o mesmo sentido de "existir")

3) Anoiteceu rápido na cidade de Pato Branco.
R: Oração sem sujeito (o verbo "anoitecer" é impessoal: ele indica fenômeno natural)

4) Alguém ligou para você. 
R: Sujeito Determinado Simples ("alguém")

5) Todo mundo sabe a respeito do triângulo amoroso entre a Zuellen, a Kelley e o Severino.
R: Sujeito Determinado Simples ("todo mundo"). Cuidado com a pegadinha: o sujeito não é composto, mas sim é simples porque ele só tem um núcleo ("mundo").

6) A Sheilla e a Taianney brigaram por causa do Severino.
R: Sujeito Determinado Composto ("A Sheilla e a Taianney")

7) Brigaram por causa do Severino. 
R: Sujeito Indeterminado (verbo na 3ª pessoa do plural)

8) Nunca me disseram sobre o caso do Severino com a Marinalva, a mulher do açougueiro.
R: Sujeito Indeterminado (verbo na 3ª pessoa do plural)

9) Às vezes, os macacos me mordem.
R: Sujeito Determinado Simples (macacos). É o mesmo que dizer "macacos mordem a mim". Os macacos realizam a ação de "morder".

10) Diante de mim, amanheceu um belo dia. 
R: Sujeito Determinado Simples ("um belo dia"). Cuidado com a pegadinha: o verbo "amanhecer" indica fenômeno natural, mas nesse caso o fenômeno está sendo realizado por "um belo dia" ("um belo dia amanheceu").


28 comentários:

  1. Por que em "O carro amarelo de João enguiçou no meio da estrada" o núcleo do sujeito não pode ser o termo carro?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você está certo, o núcleo é "carro". Erro corrigido. Muito obrigado.

      Excluir
  2. OTIMO VEI ! vamos vê as proximas partes by Thomaz lima

    ResponderExcluir
  3. Muito bom este site. Recomento para todos os meus amigos!

    ResponderExcluir
  4. Na oração "Mordam os macacos", por que o sujeito é indeterminado, se o verbo está no modo imperativo? Neste caso, o sujeito não seria oculto, mesmo estando na 3a pessoa do plural?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, o exemplo era pra ser "morderam os macacos" (eu atualizei o post). Agora, na versão com o "mordam" você me deixou com uma séria dúvida, já que a regra apenas especifica o uso da 3ª pessoa no plural sem mencionar o caráter do modo. Vou procurar saber.

      Excluir
    2. Peter, obrigada pela resposta... Pelo menos para mim, faz mais sentido o sujeito ser oculto no modo imperativo. Por exemplo: em "Faça a lição de casa", o sujeito é oculto, correto? Por que em "Façam a lição de casa" o sujeito seria indeterminado, só por estar no plural? Ao meu ver, o sentido se mantém, e não há aquela ideia de "evasão" que percebemos na mudança de "Fez a lição de casa" para "Fizeram a lição de casa". Não sei se me expressei muito bem, mas espero que tenha entendido o que quis dizer... :D

      Ah, achei um link com as regras: http://construtor.aprendebrasil.com.br/up/52710001/1770249/t132.asp

      A propósito, sou a mesma "anônima" da mensagem anterior, ok? Obrigada! :)

      Excluir
    3. Ah, que interessante, eu não conhecia esse site e ele tirou a nossa dúvida. Obrigado por ter me dado a oportunidade de aprender com você. Vou dar uma ajeitada no roteiro de estudo para ele ficar mais completo.

      Obrigado e um abraço!

      Excluir
  5. Na etapa 2 há duas questões 8.
    "8) Quem brigou por causa do Severino?
    8) Nunca me disseram sobre o caso do Severino com a Marinalva, a mulher do açougueiro."

    ResponderExcluir
  6. Opa, obrigado! Sempre fui péssimo com números!

    Para a lista ficar com 10 itens eu tirei o primeiro "8". Tenho um tique para fazer as listas com números "bonitos" (múltiplos de 5).

    ResponderExcluir
  7. a primeira etapa
    Temos vagas disponíveis não é simples?

    ResponderExcluir
  8. Seria determinado simples se fosse "nós temos vagas", ou seja: o "nós" precisa estar explícito para ser determinado simples (precisa aparecer).

    ResponderExcluir
  9. Na oração: "O carro amarelo do João enguiçou no meio da estrada", o sujeito não seria determinado composto? No sujeito existem dois substantivo, logo dois núcleos ( carro e joão), não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Responda com uma única palavra: "quem enguiçou"? Resposta: carro. Logo, o núcleo é "carro" (sujeito determinado simples). "João" seria núcleo se ele também realizasse a ação verbal (ou seja: "João" enguiçou). O núcleo do sujeito é "carro" e as palavras "penduradas" ao redor dele são adjuntos.

      Agora veja este exemplo: "O carro e a moto enguiçaram".

      Responda com uma única palavra: "quem enguiçou"?

      Resposta: o carro e a moto (não dá pra responder com uma palavra porque o sujeito tem dois núcleos). Ambos enguiçaram, ambos realizaram a ação. Portanto, nesse caso, o sujeito é composto.

      Excluir
  10. Adorei estes exercicios, me ajudaram muito obg!!

    ResponderExcluir
  11. Tu é o cara!!! Abs e obrigado pelas informações.

    ResponderExcluir
  12. Fiquei com várias dúvidas a respeito das questões da 2º etapa,a 2 e 3.
    Há pinguins malucos soltos na estrada.
    (nesse caso, o verbo "haver" é impessoal por ter o mesmo sentido de "existir") Logo seria indeterminado.

    3) Anoiteceu rápido na cidade de Pato Branco.
    (o verbo "anoitecer" é impessoal: ele indica fenômeno natural) Indeterminado também.
    Porque oração sem sujeito?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não.

      Quando o verbo é impessoal o sujeito é classificado como "inexistente", que equivale a dizer que a oração não tem sujeito.

      O sujeito indeterminado ocorre com verbos empregados na 3ª pessoa do plural. Exemplo: Brigaram por causa do Severino (questão 7). Quem brigou? Não sei. O sujeito existe, mas é indeterminado.

      Excluir
  13. Na frase "Todo mundo sabe a respeito do triângulo amoroso entre a Zuellen, a Kelley e o Severino) não seria sujeito composto? Imaginei isso porque "todo mundo" só "funciona" com as duas palavras juntas... elas não fariam sentido separadamente...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sujeito é simples. Seu núcleo é "mundo" (e o "todo" é "adjunto adnominal"). O sujeito composto, por outro lado, possui mais de um núcleo,

      Dizer "todo mundo" equivale a dizer "todos" (todos sabem a respeito do triângulo...). Agora, se eu especificar as pessoas do discurso, eu estarei restringindo e individualizando os núcleos. Então, teremos mais de um núcleo e, por consequência, teremos um sujeito composto, como por exemplo: "João e Maria estudam matemática", "os professores e os alunos são inteligentes", "os senadores, os deputados e os jornalistas se encontraram".

      No primeiro exemplo, "João" e "Maria" são núcleos específicos. Não podemos representar esses dois núcleos por um único sem identificar e especificar o "João" e a "Maria". Por outro lado, podemos substituir "todo mundo" por "todos" sem problema algum, sem perder a identidade, já que são termos indefinidos. Portanto, "todo mundo" é um sujeito simples.

      Excluir
  14. na frase Todo mundo sabe a respeito do triângulo amoroso entre a Zuellen, a Kelley e o Severino. não seria sujeito composto ao envés do sujeito simples ???

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse caso, "mundo" é o núcleo e "todo" é um adjunto adnominal associado a esse núcleo. O sujeito é simples porque tem apenas um núcleo ("mundo"). Seria o mesmo caso de: "todas as pessoas tropeçaram no meu pé". O sujeito "todas as pessoas" é simples, pois ele tem apenas um núcleo ("pessoas") e esse núcleo tem dois adjuntos adnominais ("todas as"). Portanto, um sujeito que seja formado por várias palavras será um sujeito simples se ele tiver apenas um núcleo.

      Excluir
  15. Vc é o cara! Ótimo site!

    ResponderExcluir
  16. MEEEEEO DEEEEUS QUE SITE BOMM DEMAIS DA CONTA ,VOU ATE PASSA EM 11 MATERIAS NO SAO JUDAS

    ResponderExcluir