Fonologia - questões com gabarito comentado (aula 2 e 3)

 ROTEIRO FONOLOGIA 
QUESTÕES COMENTADAS | AULAS 2 E 3


Vamos, agora, verificar o que aprendemos na Aula 2 e na Aula 3 do roteiro de estudos de Fonologia. Faça as questões abaixo, uma de cada vez, verificando suas respostas com o gabarito comentado (que aparece ao final de cada questão). 

Portanto, não desça a página antes de fazer cada questão!


 Q U E S T Ã O   1 

(IMA 2016) Analise os itens a seguir:

I. Hiato é a sequência de vogal com vogal em sílabas separadas. Ex.: po-e-ta.

II. Ditongo é a sequência de vogal com semivogal (decrescente) ou semivogal com vogal (crescente) na mesma sílaba. Ex.: vai-da-de, tê-nue.

III. Tritongo é a sequência de semivogal com vogal e outra semivogal na mesma sílaba. Ex.: i-guais.

Quantos itens estão corretos?

A) zero

B) um

C) dois

D) três













G A B A R I T O




Resposta: letra D. 

Os três itens estão corretos. Hiato se refere ao encontro de uma vogal com outra vogal em sílabas separadas, como ocorre com "OE" em "poeta" (PO-E-TA); ditongo se refere ao encontro de vogal com semivogal (ditongo decrescente) ou de uma semivogal com uma vogal (ditongo crescente) na mesma sílaba, como ocorre com "AI" em "vaidade" e "UE" em "tênue"; tritongo se refere ao encontro de semivogal com vogal e outra semivogal na mesma sílaba, como ocorre com "UAI" em "iguais". 






 Q U E S T Ã O   2 

(OMINI 2021 - adaptada) Analise as frases abaixo e assinale a alternativa correta:


I)“ E tão afiadas”

II)“E depois tem outro céu”


A) Na frase I, "tão" apresenta um ditongo nasal e "afiadas" apresenta ditongo oral, enquanto que, na frase II, temos um hiato na palavra "outro".

B) Na frase I, "tão" apresenta um ditongo nasal e "afiadas" apresenta um hiato, enquanto que, na frase II, temos um ditongo oral em "outro".

C) Na frase I, "tão" e "afiadas" apresentam ditongos orais, enquanto que, na frase II, temos um ditongo nasal em "outro".

D) Na frase I, "tão" apresenta um hiato e "afiadas" apresenta um ditongo oral, enquanto que, na frase II, temos um ditongo nasal em "outro". 











G A B A R I T O

Resposta: letra B

Na frase I, a palavra "tão" apresenta o ditongo nasal "ÃO". 
Lembre-se de que o ditongo nasal ocorre quando o ar passa pelo nariz, nasalizando o som. Portanto, se você tentar falar "tão" tapando o nariz com a mão, você vai observar a mudança na pronúncia (como se estivesse gripado, com o nariz congestionado). 

Ainda na frase I, a palavra "afiadas" apresenta um hiato em "IA", ou seja: encontro de duas vogais (I+A) em sílabas diferentes (A-FI-A-DAS).

E na frase II, a palavra "outro" apresenta um ditongo oral em "OU".  
Lembre-se de que o ditongo oral é o ditongo que não é nasal, ou seja: o ar não passa pelo nariz, mas sim somente pela boca (por isso se chama "oral"). Portanto, se você tapar o nariz enquanto diz "outro", não haverá mudança de pronúncia.

Obs: os ditongos também podem ser crescentes ou decrescentes. O ditongo nasal "ÃO" é decrescente, pois a vogal "A" vem antes da semivogal "O" (vogal + semivogal). E o ditongo nasal "OU" também é decrescente, pois a vogal "O" vem antes da semivogal "U". 







 Q U E S T Ã O   3 

(ESFCEX 2018) Analise as afirmativas propostas e, em seguida, escolha a alternativa correta:

I. As palavras mãe, ontem, chão e bem apresentam ditongos nasais.

II. As palavras baixo, jeito, chapéu e tesouro apresentam ditongos orais crescentes.

III. Os vocábulos área, dieta, mágoa e série possuem ditongos orais decrescentes.


A) Apenas I está correta.

B) Apenas II está correta.

C) Apenas I e II estão corretas.

D) Apenas I e III estão corretas.

E) Apenas II e III estão corretas.















G A B A R I T O

Resposta: letra A

Somente o item I está correto. As palavras "mãe", "ontem", "chão" e "bem" apresentam ditongos nasais. Confira a explicação:

MÃE => ditongo nasal em "ÃE"

ONTEM => ditongo nasal em "EM" (equivale a "I"), ou seja: ÕTI
Obs: temos, também, um dígrafo vocálico em "ON" com a nasalização da vogal "O" (ON = Õ). 

CHÃO => ditongo nasal em "ÃO". 
Obs: também temos o dígrafo consonantal "CH". 

BEM => ditongo nasal em "EM" (equivale a "I"), ou seja: BI.

O item 2 está errado, pois as palavras da alternativa apresentam ditongos decrescentes, ou seja: temos vogal + semivogal, nessa ordem. 

BAIXO, JEITO, CHAPÉUTESOURO 

O item seria correto se as palavras tivessem ter ditongo oral crescente, ou seja: seria preciso que a semivogal aparecesse antes da vogal (semivogal + vogal), o que não é o caso. 

E o item III está errado porque as palavras não apresentam ditongos orais decrescentes. Temos ditongo  crescente em ÁREA, temos hiato em DIETA (di-e-ta) e temos ditongo crescente em MÁGOA e SÉRIE.





Q U E S T Ã O   4

(IFB 2017 - adaptada) Marque o vocábulo que NÃO apresenta ditongo nasal decrescente no segmento sublinhado.

A) ACEITAÇÃO

B) SEQUÊNCIA

C) FALAVAM

D) MUITO

E) OPINIÃO











G A B A R I T O

Resposta: letra B.

Na letra B, temos um ditongo nasal crescente na palavra SEQUÊNCIA (SEKUSIA), já que a letra "U" é semivogal e a letra "E" é vogal (SV + V). Nas demais alternativas encontramos ditongos nasais decrescentes. 

Obs: em "sequência", também temos dígrafo vocálico em "EN" (=), já que o "N" nasaliza a letra "E", formando um fonema para duas letras (EN=). Lembro, também, que o "QU" não é dígrafo, pois a letra "U" é pronunciada. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Licença Creative Commons
Blog do Gramaticando, de Vinícius Souza Figueredo, está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Brasil, ANO XI. Tecnologia do Blogger.
©