Fonologia (Aula 2): a semivogal

Olá :)

Na Aula 1, você aprendeu o que é fonema, dígrafo e dífono e fez as questões com gabarito comentado. Agora, dando continuidade ao nosso estudo em Fonologia, vamos estudar a tal da semivogal.

DEFINIÇÃO

A semivogal nada mais é do que um som vocálico mais fraco que aparece nos ditongos e tritongos, sempre acompanhando a vogal (mais forte) na mesma sílaba.


NÃO ENTENDI NAAAAADA!
semivogal



Calma, não precisa chorar... vamos entender esse conceito passo a passo.

                PASSO 1                

Na língua portuguesa, as palavras são formadas por letras, que por sua vez se agrupam em sílabas, correto? As sílabas são agrupamentos de letras pronunciadas numa única emissão de voz. Exemplos:

CIDADE: CI - DA - DE 
CADERNO: CA - DER - NO
PISCINA: PIS - CI - NA
NASCER: NAS - CER 
SAÚDE: SA - Ú - DE

Observe que cada sílaba tem apenas uma vogal. Isso ocorre porque na língua portuguesa toda sílaba tem uma (e somente uma) vogal. Ou seja: a vogal é a base da estrutura silábica. Não existe nenhuma palavra que tenha sílabas formadas apenas por sons consonantais. 

Veja, abaixo, as vogais destacadas em vermelho. Observe que toda sílaba sempre terá, obrigatoriamente, apenas uma única vogal (nem que seja apenas ela sozinha).

CIDADE: CI - DA - DE 
CADERNO: CA - DER - NO
PISCINA: PIS - CI - NA
NASCER: NAS - CE
SAÚDE: SA - Ú - DE


Portanto, sempre que você separar as sílabas de uma palavra, sempre haverá uma vogal em cada sílaba. Existe sílaba formada só por vogal (sa-ú-de), mas não existe sílaba sem vogal, ou então com mais de uma vogal.

                PASSO 2                


E SE EU ENCONTRAR DUAS VOGAIS NA MESMA SÍLABA???

Se você separar as sílabas de uma palavra e encontrar duas vogais na mesma sílaba, então, na realidade, somente uma delas (a mais forte) será classificada como vogal. A outra (a mais fraca) será classificada como semivogal

Exemplos:

A palavra LEITE tem duas sílabas:

LEITE: LEI - TE

À primeira vista, encontramos duas vogais na primeira sílaba: "E" e "I". Porém, cada sílaba só pode ter uma única vogal. Logo, somente uma delas (a que tiver o som mais forte) será classificada como vogal, enquanto que a outra (a mais fraca) será a semivogal. Entendeu?

Como o "E" tem intensidade maior do que o "I", então o "I" será a semivogal (a "vogal mais fraca"). 


LEITE: LEI - TE
Primeira sílaba: "E" é vogal (som + forte), "I" é semivogal (som + fraco)
Segunda sílaba: "E" é vogal



DICA 1: se a gente remover a semivogal , ficaremos com "LETE" (bem próximo de "LEITE"). Por outro lado, se a gente remover a vogal, ficaremos com "LITE" (bem mais distante de "LEITE"). Perceberam a diferença? Retirar a semivogal (mais fraca) gera um impacto menor na pronúncia, enquanto que a retirada da vogal, que é mais forte e funciona como a base da sílaba, muda completamente a palavra. Portanto, essa é uma dica para você distinguir a vogal da semivogal. 

DICA 2: são semivogais os fonemas "I" e "U" que se apoiam em alguma vogal na mesma sílaba.

Quando temos uma vogal e uma semivogal na mesma sílaba, nós temos um ditongo. Ou seja: o ditongo ocorre quando temos o encontro de uma vogal com semivogal. Na próxima aula, estudaremos melhor os ditongos.



                PASSO 3                


E SE EU ENCONTRAR TRÊS VOGAIS NA MESMA SÍLABA???

Se você separar as sílabas de uma palavra e encontrar três vogais na mesma sílaba, então somente uma delas (a mais forte) será a vogal. As outras duas serão semivogais. É isso que acontece nos tritongos (encontro de uma vogal com duas semivogais na mesma sílaba). 

Exemplo:

A palavra Uruguai tem três sílabas:

URUGUAI: U - RU - GUAI 

Na terceira sílaba ("GUAI"), encontramos três vogais: "U", "A" e "I". Como cada sílaba só pode ter uma única vogal, então somente uma delas será a vogal (e as outras duas serão semivogais). Nesse caso, "A" será a vogal (é a mais forte), enquanto que "U"e "I" serão semivogais. 


URUGUAI: U - RU - GUA
Primeira sílaba: "U" é vogal
Segunda sílaba: "U" é vogal
Terceira sílaba: "A" é vogal; "U" e "I" são semivogais


Dica: nos tritongos, a vogal sempre ficará entre as duas semivogais na mesma sílaba. 

RESUMINDO

O passo a passo para entender esse assunto foi o seguinte:

 PASSO 1  Na língua portuguesa, se você separar as sílabas de uma palavra, cada sílaba deverá ter, obrigatoriamente, uma única vogal.

 PASSO 2  Se você separar as sílabas de uma palavra e encontrar duas vogais dentro de uma mesma sílaba, então somente a mais forte delas será classificada como vogal. A outra (a mais fraca) será classificada como semivogal. Quando encontramos uma vogal e uma semivogal na mesma sílaba, temos um ditongo.

 PASSO 3  Se você separar as sílabas de uma palavra e encontrar três vogais dentro de uma mesma sílaba, então somente a mais forte delas será classificada como vogal. As outras (mais fracas) serão classificadas como semivogais. Quando encontramos uma vogal entre duas semivogais na mesma sílaba, temos um tritongo.

Vamos, agora, retomar a definição que vimos lá no início. Veja, agora, se faz sentido:

A semivogal nada mais é do que um som vocálico mais fraco que aparece 
nos ditongos e tritongos, sempre acompanhando a vogal (mais forte) na mesma sílaba.

                    ROTEIRO "FONOLOGIA"                     

Aula anterior:
<< AULA 1

Próxima aula:
AULA 3 >>


2 comentários:

  1. Primeira vez que entendi de fato como identificar DITONGOS E TRITONGOS. E como diferenciar semi vogal da vogal... Por que os professores não explicaram assim antes? ... entendi agora!

    ResponderExcluir
  2. que didática maravilhosa!
    queria que você tivesse sido meu professor kkkkkk

    ResponderExcluir

Licença Creative Commons
Blog do Gramaticando, de Vinícius Souza Figueredo, está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional. Brasil, ANO XI. Tecnologia do Blogger.
©