Orações Subordinadas Reduzidas




Você já viu o que são orações subordinadas substantivas, adjetivas e adverbiais. Agora, nós vamos aprender a usá-las na forma reduzida. É claro que você só vai entender esse assunto se tiver entendido os assuntos anteriores (clique aqui para acessar o menu de assuntos). 

Orações Reduzidas


As orações subordinadas reduzidas são aquelas que são escritas sem conjunção ou sem qualquer outro conector que as liguem à oração principal. Veja um exemplo:

É importante que se durma bem
(versão desenvolvida)

É importante dormir bem.
(versão reduzida)





Veja que, no primeiro exemplo, a oração subordinada foi introduzida com a conjunção "que" (que se durma bem). Então, para reduzir essa oração, nós tiramos essa conjunção e ficamos apenas com "dormir bem". Sendo assim, "dormir bem" é uma oração subordinada reduzida. 

O Nome da Oração Reduzida


Quando tiramos a conjunção da oração subordinada, o verbo dessa oração sempre ficará em uma de suas três formas nominais: infinitivo, gerúndio ou particípio. Sendo assim, o nome da oração subordinada será seguida de "reduzida de" mais a forma nominal do verbo (infinitivo, gerúndio ou particípio). 

Relembrando:


Infinitivo: verbos terminados em "ar", "er ou "ir" (cantar, vender, partir). 
Gerúndio: verbos terminados em "ando", "endo" ou "indo" (cantando, vendendo, partindo)
Particípio: verbos terminados em "ado" ou "ido" (cantado, vendido, partido). 

Vamos voltar ao exemplo:

É importante que se durma bem

A oração subordinada funciona como o sujeito da oração principal (alguma coisa é importante). Logo, "que se durma bem" é uma oração subordinada substantiva subjetiva. Agora, vamos tirar a conjunção "que" e reduzir essa oração:

É importante dormir bem

Agora, a oração subordinada perdeu a conjunção e ficou reduzida. O verbo ("dormir") dessa oração subordinada termina em "ir", ou seja: o verbo está no infinitivo ("dormir"). Portanto, "dormir bem" é uma oração subordinada substantiva subjetiva reduzida de infinitivo. Sim, o nome é longo mesmo!

Alguns Exemplos de Orações Reduzidas


Joãozinho se esqueceu de comprar os livros
(oração subordinada substantiva objetiva indireta reduzida de infinitivo)


Os pacotes importados do Paraguai já foram entregues. 
(oração subordinada adjetiva restritiva reduzida de particípio) 


Chegando ao cinema, Joãozinho comprou dois ingressos.
(oração subordinada adverbial reduzida de gerúndio) 

Resumo da Ópera:

As orações reduzidas são aquelas que se juntam à oração principal sem usarem conector (conjunção, pronome, etc). 

As orações reduzidas são classificadas de acordo com a forma nominal do verbo (infinitivo, gerúndio ou particípio). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário