Análise Sintática - Recapitulação (capítulo 3)




análise sintática adjunto adverbial adnominal vocativo aposto


Vamos fazer uma breve recapitulação do que aprendemos no capítulo 3 do Roteiro de Estudo Análise Sintática. Se tiver dúvidas, clique em "ver+" para acessar o artigo completo.

Adjunto Adnominal (ver+): termo acessório que determina ou caracteriza os substantivos.
Exemplo: Meu amigo do colégio me emprestou um livro de física. "Meu", "do" e "colégio" são adjuntos adnominais do substantivo "amigo", enquanto que "um", "de" e "física" são adjuntos adnominais do substantivo "livro". 

ATENÇÃO: não confundir adjunto adnominal com complemento nominal (ver+) ou então com predicativo do objeto (ver+)

Adjunto Adverbial (ver+): termo acessório que acrescenta informações e características a verbos, advérbios e adjetivos. 
Exemplo: Na semana passada, o professor Mabelindus escreveu um aviso no quadro usando tinta de verdade. "Na semana passada" é adjunto adverbial de tempo, "no quadro" é adjunto adverbial de lugar e "usando tinta de verdade" é adjunto adverbial de modo. Os adjuntos estão especificando os detalhes do verbo "escrever", especificando o tempo, o modo e o lugar da ação de escrever o aviso. 

Aposto (ver+): é outro termo acessório que tem a função de enumerar, esclarecer, explicar, especificar ou resumir outros termos. Com exceção do aposto especificativo, todos os demais tipos de aposto costumam aparecer com pontuação (como vírgula ou dois-pontos). 

ATENÇÃO: não confundir aposto especificativo com adjunto adnominal (ver+)

Vocativo (ver+): outro termo acessório que tem a função de chamar, de invocar ou de interpelar alguém, sempre aparecendo com pontuação. 


Nenhum comentário:

Postar um comentário